top of page
Kleber Pagu
Fundador e Presidente
Imagem do colaborador Kleber Pagu

​Artista, Arte-educador, Produtor, Curador e Ativista Cultural. Fundador e Presidente do Museu CÉU - Museu de Arte a Céu Aberto, Diretor de Projetos na Axé No Corre Produções e no Instituto Artx. Graduando em Sociologia e Política pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Idealizador do Circuito # Arte Não é Privilégio, Pagu é um dos principais expoentes das Artes Urbanas Contemporâneas e suas produções artísticas ocupam grandes espaços urbanos, como o Boulevard Olímpico (RJ) e a Galeria Parque Minhocão (SP), onde produziu diversos murais com uma rica diversidade de artistas. Também é um dos principais articuladores do Projeto de Lei 379/2020 que reconhece mais de 60 polos culturais a céu aberto na cidade de São Paulo.

Fernanda Bueno
Vice Presidente
Imagem da colaboradora Fernanda Bueno

​Bailarina, Coreógrafa, Jornalista, Curadora, Produtora, Gestora e Ativista Cultural. Coordenadora Artística do Balé da Cidade de São Paulo, Corpo Artístico de Dança do Theatro Municipal de São Paulo; Diretora Executiva da Axé No Corre Produções e do Instituto Artxs; Vice-Presidente e Diretora Administrativa e Financeira do Museu Céu. Formada pela Escola Municipal de Bailados em São Paulo, Graduada em Jornalismo pela Universidade Paulista de São Paulo e Mestranda em Gestão e Políticas Públicas na Fundação Getúlio Vargas em São Paulo.

Darcilei Gonçalves
Consultor de inovação
Imagem do colaborador Darcilei Gonçalves

​Consultor de Inovação, Pesquisador da Experiência do Usuário e Mercadólogo. Coordenador de Acervo do Museu CÉU (Museu de Arte a Céu Aberto). Formado pela faculdade de Marketing Estácio, Experiência do usuário pela Digital House e Graduando em Sociologia e Política pela FESPSP em São Paulo.

Nosso time

Kleber Pagu
Fundador e Presidente
Imagem do Kleber Pagu que trabalha no CÉU

Artista, Arte-educador, Produtor, Curador e Ativista Cultural. Fundador e Presidente do Museu CÉU, Diretor de Projetos na Axé No Corre Produções e no Instituto Artx. Graduando em Sociologia e Política pela Faculdade de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP). Idealizador do Circuito # Arte Não é Privilégio, Pagu é um dos principais expoentes das Artes Urbanas Contemporâneas e suas produções artísticas ocupam grandes espaços urbanos, como o Boulevard Olímpico (RJ) e a Galeria Parque Minhocão (SP), onde produziu diversos murais com uma rica diversidade de artistas. Também é um dos principais articuladores do Projeto de Lei 379/2020 que reconhece mais de 60 polos culturais a céu aberto na cidade de São Paulo.

Fernanda Bueno
Vice Presidente
Imagem da Fernanda Bueno que trabalha no CÉU

Bailarina, Coreógrafa, Jornalista, Curadora, Produtora, Gestora e Ativista Cultural. Coordenadora Artística do Balé da Cidade de São Paulo, Corpo Artístico de Dança do Theatro Municipal de São Paulo; Diretora Executiva da Axé No Corre Produções e do Instituto Artxs; Vice-Presidente e Diretora Administrativa e Financeira do Museu Céu. Formada pela Escola Municipal de Bailados em São Paulo, Graduada em Jornalismo pela Universidade Paulista de São Paulo e Mestranda em Gestão e Políticas Públicas na Fundação Getúlio Vargas em São Paulo.

Darcilei Gonçalves
Consultor de Inovação
imagem do Darcilei Gonçalves que trabalha no CÉU

Consultor de Inovação, Pesquisador da Experiência do Usuário e Mercadólogo. Coordenador de Acervo do Museu CÉU. Formado pela faculdade de Marketing Estácio, Experiência do usuário pela Digital House e Graduando em Sociologia e Política pela FESPSP em São Paulo.

Nosso time

Sobre nós

O Museu CÉU busca promover a memória e as ações das Artes Urbanas e acredita que essas manifestações artísticas e culturais nos espaços públicos, contribuem para o desenvolvimento de cidades mais inteligentes e assentamentos humanos mais seguros e sustentáveis, transformando espaços ociosos e arquiteturas hostis em espaços de experiências diversas para cultura, educação, fruição, reflexão e partilha de conhecimentos.
 

No Brasil, por exemplo, 99% da população encontra enormes dificuldades para acessar os museus e outros equipamentos de arte e cultura. Diante desse desafio que envolve diversas camadas e temas sociais complexos, o CÉU se propõe a desenvolver e executar políticas públicas no campo do reconhecimento, qualificação e promoção das galerias de Artes Urbanas como equipamentos culturais oficiais, com participação social, de livre acesso e gratuito para todos.
 

O CÉU é a primeira instituição museológica dedicada ao campo das Artes Urbanas na América Latina e uma das primeiras neste formato no mundo, sobretudo abordando o graffiti, as pinturas murais, projeções e demais técnicas e linguagens "efêmeras" que incidem no espaço público
 

​MISSÃO

Reconhecer as galerias de Artes Urbanas e potencializá-las como equipamentos culturais que contribuem para o acesso a direitos fundamentais e para o desenvolvimento da economia e indústria criativas sustentáveis. 

​VISÃO

A arte também precisa estar onde todo mundo está, nas ruas do dos centros às periferias, no nosso caminho entre a casa e a escola, entre o trabalho e o lazer. Exercendo em nós toda a sua potencialidade.

VALORES
Espaço Público

É um bem fundamental com potencial de ser qualificado como equipamento cultural e artístico a serviço de toda a sociedade.

​# Arte Não é Privilégio

Norteia nossas ações para resoluções sobre o problema do acesso aos museus no Brasil. Segundo dados da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e do Instituto Brasileiro dos Museus (Ibram), analisados entre 1956 e 2019, 98,7% da população brasileira não frequenta os museus.

"Nada de nós sem nós"

Nosso museu é construído de forma participativa com a colaboração de artistas e outras pessoas fazedoras, pensadoras e admiradoras das Artes Urbanas, buscando assim o protagonismo democrático dessa memória. 

Fortalecer a economia e a indústria criativas

Gerar com seus programas e ações emprego e renda alternativas para artistas, coletivos e outras pessoas fazedoras das As Urbanas, incluindo a contratação de serviços e produtos de pessoas autônomas, pequenas e médias empresas locais.

Respeito

Tratar a todas as pessoas com respeito e dignidade, buscando a potência de cada uma na nossa busca por uma construção mais sustentável de sociedade.

bottom of page